domingo, 25 de outubro de 2009

Espírito de Porco ganha prêmio em Portugal

O documentário Espírito de Porco, dirigido por Chico Faganello e Dauro Veras, ganhou um prêmio especial do Júri Internacional na 15ª. edição do Cine'Eco - Festival Internacional de Cinema Ambiental de Seia, Portugal. O filme sobre os impactos da suinocultura industrial havia sido um dos 50 selecionados para exibição entre os mais de 300 enviados de 30 países para a mostra competitiva. O resultado foi anunciado neste sábado (24/10), no encerramento do festival.

Desde 1995 o Cine'Eco se realiza anualmente de forma ininterrupta na cidade de Seia, localizada na região da Serra da Estrela. "Um dos aspectos curiosos deste festival é que ao longo dos últimos anos a qualidade dos filmes subiu de uma forma absolutamente vertiginosa", comenta o diretor técnico do evento, Lauro António. O Júri Internacional atribuiu prêmios especiais a outros dois filmes além de Espírito de Porco: Arrakis, de Andrea Di Nardo (Itália) e Nadar Livremente, de Jennifer Galvin (EUA).

O longa-metragem Pare, Escute e Olhe, de Jorge Pelicano, foi o grande vencedor do Cine’Eco 2009. Ganhou o Grande Prêmio do Ambiente, o Grande Prêmio da Lusofonia e o Prêmio Especial da Juventude. O filme é "uma viagem através de um Portugal esquecido, vítima de promessas políticas oportunistas." Pare, Escute e Olhe recebeu outros três prêmios no festival DocLisboa, que também terminou neste final de semana.

Este é o segundo reconhecimento que Espírito de Porco recebe em festivais. No final de agosto, foi eleito o melhor filme pelo júri popular na I Mostra Internacional de Cinema pelos Direitos dos Animais, em Curitiba. O documentário estreou em julho no município de Seara, no Oeste de Santa Catarina, onde a maioria das cenas foi filmada. Nos dias 22, 23 e 24 de outubro foi exibido em Florianópolis na Fundação Cultural Badesc. Em dezembro, tem presença confirmada na 7ª. edição do Fest Cine Amazônia, em Porto Velho.

Espírito de Porco foi produzido com um prêmio de R$ 60 mil do edital de apoio à produção da Cinemateca Catarinense / Fundação Catarinense de Cultura. Renato Turnes, que faz a voz do porco-protagonista, recentemente ganhou o prêmio de melhor ator na edição 2009 do FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul (com o filme Ângelo, o coveiro).

3 comentários:

Sapinha Ilhoa disse...

Mais que merecido!
Parabéns!

Milena Moraes disse...

Parabéns!

Fifo Lima disse...

Este porco tem futuro. Parabéns.

Postar um comentário